segunda-feira, 19 de agosto de 2019

FORQUILHA ESTA DE LUTO DEUS CHAMOU SEU JONAS LOPES

Faleceu nesta quinta feira 15 de agosto de 2019, aos 93 anos de vida nosso conterrâneo Jonas Loiola Teixeira este filho de Francisco Lopes Teixeira e Josefa Eronildes de Loiola, Jonas é descendente direto do tronco das famílias de Arrebita e localidades adjacências. Francisco Lopes Teixeira e sua esposa Márcia Carolina Martins Vianna esta sendo filha do Português Antonio Martins Vianna e de sua esposa Gestrudes Tereza Inácio de Loiola ( irmã do Padre Mororó). Jonas Loiola Teixeira nasceu em 17/07/1926 e contraiu núpcias com sua prima Maria Jose Rodrigues em meados dos anos 50, desta união matrimonial nasceram 12 filhos sendo estes: 1 Francisco das Chagas Melo Loiola. 2 Maria do Socorro Melo da Ponte.3 Pedro Melo Loiola. 4 Josefa Loiola Melo . 5 José Melo Loiola. 6 Leonélia Melo Loiola 7 Sabino Melo Loiola. 8 Leoncio Melo Loiola. 9 Leonilda Melo Loiola. 10 Luzia Melo Loiola.11 Manoel Melo Loiola ( Natimorto) 12 Lino Melo Loiola. Jonas deixou 28 Netos e 21 Bisnetos. A família tradicional nossos sentimentos de pesar. LEMBRANÇA - Esta foto foi de seu aniversário que foi comemorando no Frigobar do seu neto Janildo Melo em 17 julho de 2012, quando ele completa 86 anos de vida. Deus acolha em seu trono sagrado. Estas e outras no diário de notícia de Célio Cavalcante membro correspondente da ACEJI

terça-feira, 6 de agosto de 2019

DNOCS DE FORQUILHA ESTA DE LUTO PELO FALECIMENTO DA NOSSA INESQUECÍVEL DONA IRACILDA LINHARES DEMÉTRIO

Nossa matriarca era esposa do Engenheiro Agrônomo Dr. Ward Demétrio de Souza que foi Chefe do Posto Agrícola do DNOCS de Forquilha de 1957 até 1962. Dona Iracilda era professora diplomada pelo Colégio Lourenço Filho, e funcionária da Secretaria de Educação do Estado do Ceará, como oficial administrativa, filha de Benon Linhares e de Irene de Lima Linhares. Este casal em vida ajudou muito os mais carentes de nossa terra chamada Forquilha. Gostavam de participar das grandes festas promovidas no Gêmeo Recreativo Forquilhense e no Clube União além da sua participação nos grandes bailes da alta sociedade sobralense realizada na Associação Atlética Banco do Brasil, Palace Clube e Derby Clube sobralense. Seu jardim de flores no Casarão do DNOCS e o sitio frutífero que serviu para os funcionários e nossos população forquilhense usufruir quando estava necessitados. Ordem e Progresso constitui este velho DNOCS na sua época deste ilustre casal que Deus levou. Posso dizer da sua ajuda para trazer as Bandas de Música de outros municípios para tocar nas Festas religiosa de nosso Padroeiro São Francisco de Assis. O legado deixado por estes dois inesquecível casal são marcado na história do bronze de toda família. Aos seus filhos intelectuais do saber humano: Dr. Ward Demétrio de Souza Júnior, Dr. Francisco Welton Linhares Demétrio e Suelene Linhares Demétrio. A estes minhas mais sinceras condolências com meu pensamento de profundos sentimentos a toda família neste momento de dor e angústia. Descanse em Paz! Por Célio Cavalcante membro correspondente da ACEJI

sexta-feira, 2 de agosto de 2019

FORQUILHENSE FRANCISCO ALVES CONHECIDO EM TODA REGIÃO POR “CHICO ALVES” 93 ANOS DE VIDA.


Estivemos com nosso patriarca Francisco Alves conhecido em toda região por “CHICO ALVES” 93 Anos de vida. Nossa majestosa entrevista com este morador forquilhense com todas as nove letras que se escreve FORQUILHA, é como diz a música popular “Nunca vi rastro de cobra, Nem couro de lobisomem, Se correr o bicho pega, Se ficar o bicho come, Porque eu sou é homem com H” Muito lúcido falou dos meus ascendentes maternos que decorreram do Povoado de Campo Novo nossa família Siqueira e por parte paternal Cavalcante a maior família do Brasil já comprovado em pesquisa genealógica. Chico Alves mencionou toda sua infância, e seu trabalho na construção da CE 362 Forquilha a Santa Quitéria, e também as Localidades de Várzea da Cobrar, Sereno, Amazonas, Trapiá, Salgado Mendes, Carnaubinha, e todos os Sítios Frutíferos das famílias Martins entre outras. Mencionou seu trabalho com agricultou e comboieiro. Nossa singela homenagem deste amigo Célio Cavalcante, Dr. Silvio da CAGECE e seu filho que trás o mesmo nome do homenageado estes dois guerreiros trabalhadores do campo e da cidade que, incansavelmente, de sol a sol alimentam o progresso e a população desse nosso Brasilzão abençoado por Deus, será sempre lembrado no coração de sua amada família e de seus verdadeiros amigos! Por Célio Cavalcante membro correspondente da ACEJI.

RADIALISTA CLEVIS OLIVEIRA RECEBEU DIPLOMA DO ANIVERSÁRIO DO TEATRO SÃO JOÃO DA CIDADE DE SOBRAL-CEARÁ


Nesta última quinta-feira 01 de agosto de 2019, foi entrevistado o Radioamador e Pesquisador da Pré-história Célio Cavalcante, que após a cedida entrevista nas Ondas da Rádio Tupinambá de Sobral FM 100.3 MHz, este repassou o “DIPLOMA DO TEATRO SÃO JOÃO, VANGUARDA NO PASSADO, REFERÊNCIA NO PRESENTE” as mãos do conceituado Radialista Clevis Oliveira.  A condecoração histórica contempla com as assinaturas na época Ano 2002: Prefeito Municipal de Sobral hoje Senador da República Dr. Cid Ferreira Gomes, do Presidente do  GRAZON o médico ortopedista Dr.  Antonio Edson de Carvalho Lopes, do  Secretário do Desen. da Cultura e Turismo e Ex-Prefeito de Sobral Dr. José Clodoveu de Arruda Coelho Neto, do Ex-Presidente da LABRE Nacional Roberto Batista Pereira.  A nossa homenagem nesse momento, deve-se, sobremaneira, ao fato do cientista Arqueólogo  Radioamador PY7MAG, Dr. Marcos Albuquerque, Diretor do Laboratório de Arqueologia da UFPE e a sua equipe, ter encontrado nas suas escavações no interior deste TEATRO a forma de “FERRADURA” em sua antiga estrutura, aos moldes dos primeiros Teatros do Brasil e da Europa. Tal descoberta Arqueológica constitui prova contundente do pioneiro de SOBRAL como polo cultural do Nordeste brasileiro e de todo o País, figura como ícone ao lado do selo de reconhecimento da terra berço de Dom José como Patrimônio Histórico Nacional. Estas e outras no diário de notícia de Célio Cavalcante PT7 ACZ membro correspondente do Centro Brasileiro de Arqueologia e da Sociedade  Paraibana de Arqueologia-SPA.

segunda-feira, 29 de julho de 2019

ENTREVISTA NA FORQUILHA FM, DO NOVO ACADÊMICO DA ALMECE REPRESENTADO O MUNICÍPIO DE FORQUILHA . PROF. E ESCRITOR WILAMY CARNEIRO

Neste domingo 28 de julho de 2019, quem esteve nos estúdios da Forquilha FM 98.7 MHz, no Programa do radialista e jornalista Célio Cavalcante “FORQUILHA ONTEM HOJE E SEMPRE”, foi nosso intelectual Dr. José Wilamy Carneiro Vasconcelos conceituado Advogado, Professor, Poeta, Escritor, Cordelista, com mais formaturas no ensino superior nas áreas: Matemática, Tecnologia da Construção Civil em Edificação, Pós Graduado e Especialista em Meio Ambiente entre outros conhecimento das ciências afins. Atualmente foi empossado como Acadêmico titular na Cadeira Nº 97 da Academia de Letras dos Municípios do Estado do Ceará-ALMECE, representado Forquilha. Este dominador das artes literárias e de nossa memória cultural nos repassou o Livro de sua autoria “SONHO DO AMANHÃ O ZÉ DOS SONHOS”. Sua entrevista eloquente se propagou nas ondas elétricas magnéticas como uma Escola no Ar. O registro fotográfico e na mídia social foi de sua digníssima esposa Professora Rejane da Ponte. Estas e outras no diário de notícia de Célio Cavalcante membro correspondente do Centro Brasileiro de Arqueologia-CBA e da Sociedade paraibana de Arqueologia-SPA.

sexta-feira, 26 de julho de 2019

FELIZ DIA DO ARQUEÓLOGO 26 JULHO


A data 26 de julho é o Dia do Arqueólogo Brasileiro arquitetada pelo trabalho em equipe da Diretoria e dos Associados do Centro Brasileiro de Arqueologia – CBA que conseguiu aprovar no Congresso Nacional. No Brasil, esta é a data da Lei Federal 3.924, de 26 de julho de 1961, que garante a proteção aos monumentos arqueológicos ou pré-históricos de quaisquer naturezas existentes no território nacional, colocando-os sob a guarda e proteção do Poder Público, e considerando os danos ao patrimônio arqueológico como crime contra o Patrimônio Nacional. Destacamos a Arqueóloga Dra. Maria da Conceição de Moraes Coutinho Beltrão, Júlio Vaz que na época era da diretoria do CBA além do Professor e Geólogo Dr. Benedicto Humberto Rodrigues Francisco que trabalhava no DGP, conseguiram aprovação no Congresso Nacional desta efeméride de reconhecimento a todos os arqueólogos e estudantes de arqueologia do Brasil. Por tanto estou muito feliz gratidão a minha conceituada Cientista Arqueóloga Dra. Maria Beltrão que nos concedeu o Título de Guardião da Arqueologia pelo meu trabalho voluntário em desvendar milhares de Sítios Arqueológicos em quase todos os municípios cearenses, aonde o homem Pré-histórico deixou seu sinal de artes rupestre em pedras graníticas. Parabéns ilustres colegas! Por Célio Cavalcante membro correspondente do Centro Brasileiro de Arqueologia e da Sociedade Paraibana de Arqueologia-SPA.